TRANSPORTE ESCOLAR

          Na hora de contratar um transporte escolar, dedique um pouco mais de tempo para escolher bem o prestador de serviço e para garantir a segurança e o bem estar da criança.

 

Antes de contratar um transporte escolar


             Os veículos autorizados a transportar alunos são: ônibus, vans, VW Kombi e embarcações. Em alguns municípios, onde as estradas são precárias, os DETRANs (Departamentos de Trânsito) autorizam o transporte de alunos em carros menores, desde que os veículos sejam adaptados para o transporte de crianças. Esses veículos autorizados extraordinariamente são, normalmente, caminhonetes.

 

           As motocicletas, carros de passeio e caminhões não são recomendados para transportar alunos.

 

Antes de contratar um prestador de serviços, verifique:


• As condições do veículo e a documentação pessoal do motorista;

 

• Busque referências na escola e com outros pais, no sindicato dos motoristas ou no DETRAN;

 

• Exija que o embarque e desembarque das crianças sejam feitos com um monitor que as acompanha dentro da van e sempre pelo lado da calçada;

 

• Tenha certeza de que as crianças são deixadas em frente à escola, sem necessidade de atravessar ruas;

 

• Verifique as condições de higiene do carro e o número de cintos de segurança. Toda criança transportada deve usar, individualmente, o cinto de segurança ou a cadeirinha apropriada para seu peso. Por enquanto, no Brasil, o uso da cadeirinha no transporte escolar não é obrigatório, porém é a forma mais segura de transporte de crianças em qualquer veículo.

 

Pré-requisitos do condutor:


          O condutor, seja de embarcação ou automóvel, deve ter:


• Idade superior a 21 anos;

 

• Habilitação para dirigir veículos na categoria “D”;

 

• Se pilotar embarcações, deve ser habilitado na Capitania dos Portos;

 

• Ter sido submetido a exame psicotécnico com aprovação especial para transporte de alunos;

 

• Possuir curso de Formação de Condutor de Transporte Escolar;

 

• Possuir matrícula específica no DETRAN ou Capitania dos Portos;

 

• Não ter cometido falta grave ou gravíssima nos últimos doze meses.

 

Pré-requisitos do transporte:


          Modelos ônibus, vans e VW Kombi devem possuir:


• Cintos de segurança em boas condições e para todos os passageiros;

 

• Grade separando os alunos da parte onde fica o motor no caso da VW Kombi;

 

• Seguro contra acidentes;

 

• Para que o transporte de alunos seja mais seguro, o ideal é que os veículos da frota tenham no máximo sete anos de uso;

 

• Registrador de velocidade (chamado tacógrafo), que é um aparelho instalado no painel do veículo e que vai registrando a velocidade e as paradas do veículo em um disco de papel. Os discos devem ser trocados e guardados por um período determinado, porque serão exibidos ao Detran por ocasião da vistoria especial;

 

• Apresentação diferenciada, com pintura de faixa horizontal na cor amarela nas laterais e na traseira, contendo a palavra ESCOLAR na cor preta;

 

• Todo veículo que transporta alunos deve ter uma autorização especial, expedida pela Divisão de Fiscalização de Veículos e Condutores do Detran ou pela Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran). A autorização deverá estar fixada na parte interna do veículo, em local visível. Além das vistorias normais no Detran, o veículo que transporta alunos precisa fazer vistorias especiais para verificação específica dos itens de segurança para transporte escolar;

 

•Além das vistorias normais no DETRAN, o veículo que transporta alunos precisa fazer mais duas vistorias especiais (uma em janeiro e outra em julho), para verificação específica dos itens de segurança para transporte escolar.


          Embarcações (barcos) deverão possuir:


• Cobertura para proteção contra o sol e a chuva;

 

• Grades laterais para proteção contra quedas;

 

• A embarcação deverá ser de boa qualidade e não ter mais de sete anos de uso.

  • Os alunos podem ser transportados em embarcações nas localidades onde o transporte fluvial ou marítimo (rios, lagos, lagoas, oceano) for mais eficiente.
  • Todos os alunos devem usar as bóias salva-vidas e a embarcação, motorizada ou não, deverá estar registrada na Capitania dos Portos e a autorização para trafegar exposta em local visível.

 

Ensine a criança:


• Ficar sentado enquanto o veículo estiver em movimento;

 

• Afivelar o cinto de segurança;

 

• Não falar com o motorista enquanto ele estiver dirigindo;

 

• Respeitar o monitor do veículo;

 

• Falar com os pais sobre o que acontece durante a viagem;

 

• Descer do veículo somente depois que ele parar totalmente;

 

• Em embarcações, manter-se sentado, com a bóia salva-vidas afivelada.



Fonte: www.criancasegura.org.br